Melhores Práticas de SEO de títulos, descrições e cabeçalhos

Todo estudioso e profissional de SEO tem que criar conteúdo seguindo as melhores práticas recomendadas pelo Google e muito de sua própria experiência.

O Google lançou um novo guia sobre como escrever títulos para suas páginas após as mudanças que fez recentemente na forma como ele monta os mesmos em sua SERP (ele chama de title-link).

Um resumo, seria isso aqui:

  1. cada página tem um título único;
  2. deve ser conciso e descritivo;
  3. evite repetir palavra-chave;
  4. evite termos que não são agregam informações (home, veja isso, fale conosco, etc…)
  5. use a marca com consciência e que acrescente valor (ex.: Maudy, um consultor de SEO experiente)
  6. tome cuidado ao desabilitar páginas.

Para ajudar a memorizar e esclarecer aos profissionais de SEO, listamos aqui as melhores práticas de SEO para criação de títulos, descrições e cabeçalhos.

Confira!

Práticas recomendadas para Títulos de SEO

  • A tag informa aos usuários e os mecanismos de pesquisa sobre o tópico de uma determinada página.
  • A tag <title> especificada em uma página da web pode ser exibida em SERPs, mas também pode ser reescrita pelo Google.
  • Crie um texto na tag <title> exclusiva para cada página da web e coloque-a na seção <head> da página.
  • Certifique-se de que seus títulos sejam curtos e descritivos.
  • Títulos muito longos podem não ser totalmente exibidos em SERPs. O Google pode optar por mostrar apenas um fragmento do título. NOTA: Eventos recentes relacionados à atualização de títulos do Google mostram que o Google nem sempre mostra o fragmento mais desejável de uma tag de título longo.
  • A tag <title> da página inicial deve incluir o nome do site e algumas informações básicas sobre ele (por exemplo, a localização física).
  • Não crie títulos que não se relacionem com o conteúdo da página.
  • Não use títulos que contenham valores padrão como “home”, “Sem título” etc.
  • Não use o mesmo título para um grupo de páginas semelhantes.
  • Não repita muitas palavras-chave em suas tags de título.

NOTA: Muito tem acontecido com relação aos títulos recentemente, então certifique-se de verificar a postagem do blog da Central de Pesquisa do Google sobre como o Google gera títulos para resultados de páginas da web.

Práticas recomendadas para meta descrições de SEO

  • A meta tag de descrição deve ser o resumo do conteúdo das páginas da web.
  • Ele deve conter informações que permitirão aos usuários decidir se podem encontrar o que procuram em uma determinada página.
  • A meta tag de descrição pode conter uma ou duas frases ou até mesmo um pequeno parágrafo.
  • A meta tag de descrição é colocada na seção <head> .
  • O Google pode usar a tag de descrição como snippets em SERPs.
  • Em muitos casos, porém, o Google gera o snippet por conta própria com base na consulta digitada pelo usuário.
  • Adicionar a tag de meta descrição às páginas não é um requisito, mas é uma boa prática de SEO.
  • Não há comprimento máximo ou mínimo recomendado para a meta descrição. No entanto, é recomendado criar tags de meta descrição longas o suficiente para serem totalmente mostradas em snippets.
  • Não repita palavras-chave em tags de meta descrição.
  • Não use descrições genéricas, como “Esta é uma página da web sobre SEO”.
  • Não escreva descrições meta que não se relacionem com o conteúdo da página.
  • Se possível, crie meta descrições exclusivas para todas as páginas da web.
  • Se não for possível (ou seja, o site tem milhares de páginas), gere automaticamente descrições meta com base no conteúdo da página.

NOTA: A maioria dos sistemas de gerenciamento de conteúdo (incluindo WordPress com um plugin de SEO como Rank Math instalado) irá gerar automaticamente elementos de meta descrição com base nas primeiras frases do texto.

Melhores práticas para cabeçalhos

  • Use títulos para indicar tópicos importantes em uma página da web.
  • Os títulos ajudam a criar uma estrutura hierárquica do conteúdo das páginas da web.
  • Pense nos cabeçalhos como contornos de um grande artigo com pontos principais e subpontos.
  • Não coloque texto aleatório em títulos.
  • Coloque apenas textos que ajudem a indicar a estrutura da página.
  • Não use títulos para fins de estilo. Use <em>, <br> ou <strong> em seu lugar.
  • Procure a estrutura lógica dos títulos.

NOTA: Você pode usar o plug-in Chrome Web Developer para verificar a estrutura dos títulos em qualquer site. Vá para Informações> Exibir esboço do documento. Você também pode querer verificar minha lista completa de extensões SEO do Chrome.

melhores práticas - heading - cabeçalhos
Melhores Práticas de cabeçalhos

Se você tiver mais alguma dica de otimização destes itens, comente com a gente!

Abraços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPT_BR