Opera GX: o navegador gamer

CURSO DE SEO – Fique nas primeiras páginas do Google

Opera GX: o navegador gamer.

Rápido, seguro, bloqueia anúncios e ainda permite gerenciar a memória RAM das abas. Incrível para usuários avançados.

O Opera GX é uma versão especial do navegador Opera que, além dos excelentes recursos de privacidade, segurança e eficiência do Opera, inclui recursos especiais projetados para complementar os jogos.

Depois que postei sobre o navegador Brave, testei esse novo browser e ele realmente me surpreendeu.

Opera GX
Opera GX

O Opera GX está disponível com acesso antecipado para Windows e Mac.

O desenvolvimento para Linux está em andamento.

O que tem no Opera GX voltado para os gamers

O navegador Opera GX tem dezenas de funcionalidades para os usuários de games e os mais avançados.

Vou listar algumas delas:

  • hot tabs killers
  • limitador de rede
  • limitadores de RAM e CPU
  • integração com o Twitch
  • GX Sound
  • Escolha de cor e tema do navegador
  • integração com o Instagram
  • integração com mensageiros (Facebook Messenger, Telegram e Whatsapp)
  • bloqueador de anúncios
  • VPN gratuito
  • música em segundo plano
  • integração com o Twitter
  • GX Cleaner (limpa memória RAM, CPU e outros)

Opera GX Download

Veja o vídeo e conheça mais sobre o Opera GX.

Aproveite e já vai baixando ele para Windows.

Opera GX vs Chrome

Numa comparação de eficiência, o Opera GX ganha uns ~10% na nota final.

Confira aqui o comparativo:

Opera GX vs Google Chrome

Opera GX: o navegador gamer
Opera GX: o navegador gamer

Vale a pena o navegador?

Dúvidas mais comuns sobre o Opera GX

Qual a diferença entre Opera GX e Opera?

O Opera GX é voltado pra usuários avançados, que sabem otimizar a performance do navegador, diminuindo o consumo de memória RAM e CPU.

Qual é o melhor navegador: Opera ou Chrome?

O Opera GX é mais rápido que o Google Chrome em 10%, em média.

Muito mesmo!

Vale o teste para os usuários mais avançados que querem melhorar a experiência na navegação.

Diz ai se você vai testar ou não?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *