Google Chrome 69: os SEOs tem novidades animadoras (ou não)

Google Chrome 69: os SEOs tem novidades animadoras (ou não)

O Google Chrome 69 chegou com novas ferramentas e introduz aprimoramentos de desempenho, bem como alterações que afetarão a maneira como os usuários pesquisam.

O Chrome também apresenta oportunidades para os desenvolvedores criarem experiências de usuário interessantes em dispositivos móveis.

Respostas inteligentes

A mudança mais dramática é um novo recurso chamado Omnibox Smart Answers.

Ele permite que os usuários obtenham respostas a perguntas na barra de endereço sem carregar um website. Estes são resultados ricos mostrados na barra de endereço.

O Chrome chama a barra de endereço da omnibox.

E chama os ricos resultados mostrados na Omnibox, Smart Answers.

Vejamos alguns exemplos de buscas do Google Chrome 69

Definições

Clima ou Tempo

Nomes de Filmes

Curiosidades comuns

E a idade do Silvio Santos?

Google Chrome muda muita coisa para os SEOs

Com esta evolução nas buscas pelo navegador do Google, os experts em SEO (otimização de sites) terão que rebolar para aumentar mais o seu tráfego orgânico.

Aliás, os especialistas estão tendo um ano de 2018 muito dinâmico e desafiador, pois o Google esta mudando o mercado muito rapidamente e temos que estar atentos.

O que achou desta forma de resultados na própria barra de pesquisa no Google Chrome 69?

FATO! Google desestimula linkar todas as páginas na home do site

Google desestimula linkar todas as páginas na home do site

Google desestimula linkar todas as páginas na home do site. Confira!

Google desestimula os websites a criarem links para todas as páginas da página inicial, dizendo que isso pode impedir que o Googlebot entenda claramente a arquitetura de um site. Palavras do John Mueller – Senior Webmaster Trends Analyst.

“Se tentarmos ligar a todas as páginas do nosso site a partir da página inicial (home), isso dilui o foco?”

Em resposta, Mueller disse que esta prática irá diluir o foco no sentido de que o Google não será capaz de entender a estrutura do site.

Isso é especialmente verdadeiro para websites gigantes em comparação com websites menores, que é considerado uma prática normal.

No caso de sites maiores, a vinculação a todas as páginas da página inicial dificultará o entendimento da estrutura semântica do Google.

Em outras palavras, pode não ser capaz de distinguir páginas de nível superior de páginas de nível inferior, e será mais difícil entender as categorias.

O Google afirmou anteriormente que é uma boa prática vincular as páginas mais importantes de um site a partir da página inicial para que elas tenham mais peso nos resultados de pesquisa.

No entanto, isso não significa que seja uma boa ideia vincular a todas as páginas para que todas tenham o mesmo peso.

Quando o Google tiver uma compreensão clara da arquitetura de um site, ele poderá posicionar as páginas nos resultados de pesquisa de uma maneira que faça sentido para os pesquisadores.

fonte: SEJ

Compartilhe essa informação com seus amigos e caso precise de uma consultoria SEO.

Google redefine Conteúdo de Baixa Qualidade

Diretrizes de Qualidade

Google redefine o que é um Conteúdo de Baixa Qualidade

O Google atualizou suas Diretrizes de Qualidade, esta semana, que inclui novas informações sobre a avaliação de páginas de “baixa qualidade” e “qualidade mais baixa”.

De todas as alterações feitas nas diretrizes, as seções sobre a qualidade da página receberam as atualizações mais significativas.

As diretrizes do Quality Rater são um conjunto de instruções que os avaliadores de qualidade do Google seguem ao avaliar manualmente o desempenho dos algoritmos do Google.

Assim, em outras palavras, se um avaliador analisasse se um conteúdo é ou não de “baixa qualidade”, ele se referiria ao que está disposto nas Diretrizes do Avaliador da Qualidade.

É importante saber que os avaliadores de qualidade não podem alterar pessoalmente a classificação de uma página.

Em vez disso, eles passam feedback para aqueles que escrevem os algoritmos do Google.

A partir daí, uma atualização de algoritmo pode ser lançada, o que afetaria as classificações de página.

Como as diretrizes do avaliador de qualidade do Google definem páginas de baixa qualidade

De acordo com as diretrizes atualizadas do Quality Rater do Google, as páginas de baixa qualidade são aquelas que não cumprem o que planejam alcançar.

Isso pode ser por uma das duas razões.

Ou não há conteúdo principal (MC – main content) suficiente para satisfazer adequadamente o leitor ou o criador de conteúdo não tem experiência no assunto sobre o qual está escrevendo.

“Páginas de baixa qualidade podem ter sido destinadas a servir a um propósito benéfico. No entanto, as páginas de baixa qualidade não atingem bem seus propósitos porque não têm uma dimensão importante, como ter uma quantidade insatisfatória de MC, ou porque o criador do MC não tem experiência para o propósito da página. ”

A principal diferença entre essa definição revisada de páginas de baixa qualidade e a definição anterior é que a qualidade ainda deve ser considerada “baixa”, mesmo que haja uma intenção clara de que a página tenha um propósito benéfico.

O que os Avaliadores de Qualidade fazem?

Os avaliadores de qualidade são instruídos a classificar uma página como “Baixa” se um ou mais dos seguintes itens se aplicam:

  • Um nível inadequado de Especialização, Autoridade e Confiabilidade (E-A-T).
  • A qualidade do MC é baixa.
  • Há uma quantidade insatisfatória de MC para o objetivo da página.
  • O título do MC é exagerado ou chocante. (CLICKBAIT?)
  • Os anúncios distraem do MC.
  • Existe uma quantidade insatisfatória de informações sobre o site ou informações sobre o criador do MC para o propósito da página (nenhuma boa razão para o anonimato).
  • Uma reputação levemente negativa de um site ou criador do MC, com base em extensa pesquisa de reputação. Se uma página tiver vários atributos de Baixa qualidade, uma classificação menor que Baixa poderá ser apropriada.

O que significa é que os artigos com títulos no estilo clickbait devem agora ser considerados de qualidade “baixa”.

Independentemente da qualidade real do conteúdo principal.

O Google elabora sobre este ponto, afirmando:

“Títulos exagerados ou chocantes podem levar os usuários a clicar em páginas nos resultados de busca. Se as páginas não corresponderem ao título ou às imagens exageradas ou chocantes, a experiência deixará os usuários surpresos e confusos … As páginas com títulos exagerados ou chocantes que não descrevem bem o MC devem ser classificadas como Baixa. ”

Resumo das Diretrizes de Qualidade

Aqui está um resumo de outras alterações notáveis ​​que foram feitas nas seções “Páginas de baixa qualidade” e “Páginas de menor qualidade”.

  • Agora, os anúncios devem ser considerados uma distração se eles apresentarem imagens grotescas.
  • Pesquisas extensivas são necessárias para avaliar a reputação de um criador de conteúdo.
  • Identificar um criador de conteúdo usando um alias ou nome de usuário de Internet de longa data agora é aceitável.
  • Uma página é de qualidade “mais baixa” quando o propósito da página não pode ser determinado.
  • As páginas “Seu dinheiro, sua vida” (YMYL) sem informações sobre o criador do conteúdo devem ser classificadas como as mais baixas.
  • Os sites não mantidos devem ter a menor qualidade se não conseguirem atingir seu objetivo devido à falta de manutenção.
  • As páginas que promovem ódio contra grupos de pessoas com base no status socioeconômico, crenças políticas e vítimas de atrocidades devem ser classificadas como as mais baixas.
  • Páginas que promovem danos mentais, físicos ou emocionais a si mesmos ou a outras pessoas devem ser classificadas como as mais baixas.
  • O conteúdo deve ter a classificação mais baixa se o criador tiver uma reputação negativa ou maliciosa.
  • Páginas com links que são prejudiciais para os usuários, como links de download de malware, devem ser classificadas como as mais baixas.
  • As páginas que desinformam os usuários com “conteúdo comprovadamente impreciso” devem ser classificadas como as mais baixas.
  • Qualquer página projetada para induzir os usuários a clicar nos links deve ser classificada como a mais baixa.

Diretrizes de Qualidade PDF liberado

Os pontos listados acima são todos novos acréscimos às Diretrizes do avaliador de qualidade do Google.

Para mais informações, consulte o documento PDF completo aqui.

Fonte: SEJ

Precisa de uma consultoria de SEO para entender melhor as Diretrizes de Qualidade?

O Google Chrome Recomendações de Artigos é a 4ª fonte de tráfego

google chrome

O Google Chrome Recomendações de Artigos é a 4ª maior fonte de tráfego de referência. E isso pode ser bom para seu negócio

Google Recommendations Artivles

Conforme o SEJ mostra neste artigo e eu já vejo isso em alguns clientes, o Google Chrome Recomendações de Artigos já se torna na 4ª maior fonte de tráfego.

Um relatório do Chartbeat mostra que o Google Chrome para mobile só esta atrás em tráfego de referência para o Twitter, Facebook e a Busca do Google.

O que é Google Chrome Recomendações de Artigos?

No seu mobile, estas recomendações de artigos aparecem no Chrome.

Também são conhecidos como Artigos para Você, Sugestões de Conteúdo do Chrome ou Sugestões do Chrome.

Este tráfego aumentou em 2017 mais de 2100%, pulando de 15 milhões de visitas para 341 milhões de visitas pro mês (dados mensurados apenas no Android, sem contar o iOS).

Este sucesso se baseia no poder de entregar ao usuario artigos determinados pelo histórico de navegação.

Quanto mais você acessar sites de esportes, mais recomendações de artigos de seu time o Google Chrome irá te entregar.

Temos como manipular as Recomendações de Artigos?

Ainda é muito cedo para termos esse tipo de domínio e acredito que não teremos isso em breve.

O jeito é criar conteúdo relevante para seu público-alvo e deixar o Google fazer a parte dele.

Mas tem um “probleminha”: esse tráfego é considerado de referência e não orgânico.

E isso pode atrapalhar seus relatórios na hora de convencer seus clientes.

Boa sorte com o Google Chrome Recomendações de Artigos, amigos!

Ferramentas SEO. Extensões que otimizam em 100% seu trabalho de SEO

Ferramentas SEO

Ferramentas de SEO para otimizar seu tempo e ganhar posições no Google

Se tem uma coisa que precisamos ganhar é tempo e com estas sugestões de ferramentas de SEO, você terá mais produtividade no seu dia-a-dia.

Ferramentas de SEO - plugins e sites essenciais

Juntei algumas ferramentas de SEO, que uso diariamente, para otimizar meu trabalho e acelerar o processo de indexação no Google e assim ganhar pontos de SEO SCORE.

Com isso, batalhamos para ficar mais fácil aparecer primeiro pro seu cliente.

Vamos lá!

Básico das Ferramentas SEO

Extensões do Chrome

Se você não usa o Google Chrome (navegador) e estas extensões abaixo, já esta saindo lá trás na corrida de posicionamento no SERP (search engine results page).

Contagem de palavras

Você sabe que quanto mais palavras numa página, maiores a chances de ranquear com termos que não esperava que poderia acontecer.

E quanto mais palavras, melhor será o conteúdo para seu cliente.

Vamos contar quantas palavras tem um bloco de texto com esta extensão do Chrome.

Procurar no Site via Google

Esta extensão faz com que você busque no site visitante o conteúdo que precisa sem precisar abrir o Google para isso. Mão na roda!

Caçador de Emails

Esta extensão chamada Hunter é de um serviço de caça de emails!

Imagina você abrir o Google e ficar caçando emails dos sites, tipo contatos. Pronto agora ficou moleza!

Checador de Emails

Que tal um serviço online e gratuito que confere se o email é valido, antes de você sair queimando seu IP nas entregas de email marketing?

Confira o MailTester.

Redirecionamento

O Redirect Path é uma extensão que mostra se a url é um redirecionamento. Muito bom!

MozBar

Esta extensão do MOZ é essencial para quem trabalha com SEO.

Ela mostra valores do DA (autoridade do domínio) e PA (autoridade da página) além de mais detalhes da página, como título, descrição, etc…

Web Developer

Esta extensão Web Developer é antigo pacas, mas super necessário para quem trabalha com front-end.

Tem tudo: javascript, css, html, depurador, régua, etc…

Minhas sugestões pessoais de extensões para SEO

Vou listar as extensões que uso diariamente e sem elas meu trabalho de consultor de SEO fica prejudicado:

Observação:

O Google Chrome “come” uma memória danada do seu PC.

E isso pode deixar seu sistema mais lento do que normal, se você trabalha com várias abas abertas ao mesmo tempo.

Eu prefiro usar o Firefox. 🙂

Curtiu as dicas de ferramentas SEO para usar no seu navegador Chrome?